quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Dry World tem dívida milionária com o Fluminense




O presidente eleito, Pedro Abad, terá um grande desafio no começo de sua gestão rescindir o contrato com a Dryworld e acertar os pagamentos atrasados que já ultrapassam R$ 11 milhões. De acordo com o site “Globo Esporte.com”, além dos valores que estão atrasados, os uniformes nas lojas também não são entregues conforme o programado.

O Fluminense já iniciou o processo de rescisão de contrato, o clube já notificou a empresa canadense para rescindir o contrato. O atual vínculo com a Dryworld é válido até o fim de 2020 e com isso será quebrado, por causa dos atrasos nos uniformes e também nos pagamentos.

Siga-nos no Facebook


0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial