quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Fred sonha voltar um dia para o Fluminense

Sete meses após a saída turbulenta, Fred supera a tristeza e já se sente confortável para torcer pelo Fluminense. Feliz no Atlético-MG, o atacante questiona a forma como a diretoria tricolor trata os ídolos do clube.

- Além do Conca, perderam o Thiago Neves para o Cruzeiro e, o Wellington Nem para o São Paulo. E estou falando de jogadores que pediram para voltar, hein. Como trataram esses jogadores? O que fizeram para que eles voltassem? - critica Fred, um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro do ano passado, com 14 gols.

Você ainda acompanha o Fluminense?

Estou focado no Galo, na expectativa pela Libertadores, mas sempre torço pelos amigos. Acompanhei o desempenho do Pedro (na Primeira Liga). É novo, tem potencial. Fez gol de centroavante.

Sua história no Fluminense acabou?

Tomara que não.Tenho uma dívida eterna de gratidão com o Fluminense e continuo torcendo muito. E, hoje, já me sinto mais confortável para falar. Antes, havia uma cicatriz, uma ferida aberta. Era muito sofrimento... Agora, já posso falar, mas prefiro não me estender. Estava chateado, mas já me sinto pronto para assistir aos jogos do Fluminense e torcer pelos amigos. Evoluí.
Ainda pensa na possibilidade de encerrar a carreira no Fluminense?
Planejei uma vida dentro do Fluminense. Tenho mais dois anos de contrato com o Galo. Vamos ver o que Deus tem para mim.

O problema que teve com o técnico Levir Culpi está zerado?

Está. Até com o Peter, que me tirou.

Teve contato com o Peter depois da saída?

Aí já é demais, né (risos)? Mas, mesmo não achando justa a forma como fui tratado, superei. Não gostei como foi feito. Ficou claro para mim que há um tempo o Peter queria me tirar, mas só fui saber depois. Eu merecia pelo menos um tête-à-tête. Mas não tenho mágoa. Deve ter sido uma estratégia.

A questão não foi financeira?

O lado financeiro pesou, mas não foi só isso. Não quero falar sobre isso, pois vivemos coisas boas também. E o mais importante é que o clube está vivo e com novos talentos. Espero que fiquem lá por muito tempo.

Acha que o Fluminense vai manter os ídolos? Você saiu, Conca foi parar no Flamengo...

Pois é... Além do Conca, perderam o Thiago Neves para o Cruzeiro e, o Wellington Nem para o São Paulo. E estou falando de jogadores que pediram para voltar, hein. Como trataram esses jogadores? O que fizeram para que eles voltassem? Outro dia eu estava até comentando o seguinte com o Robinho: “Quando o jogador quer sair, é mercenário. Mas ninguém vê o que ele é capaz de fazer quando quer voltar.” Mas o Fluminense é gigante. Agora está pintando o Pedro, já tem o Scarpa...


0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial