segunda-feira, 17 de abril de 2017

Abel promete "alma" e convoca torcida contra o Goiás: "Queria público de 30 mil"

Repetida constantemente por Abel Braga em suas declarações, a palavra "alma" foi novamente citada pelo treinador em coletiva de imprensa nesta segunda-feira, no CT do Fluminense. E virou promessa, mais uma vez. O treinador convocou a torcida para o jogo decisivo contra o Goiás, na quarta-feira, às 21h45, no Maracanã, pediu o apoio de "pelo menos 30 mil pessoas", que chamou de "fundamental".
Abel durante entrevista coletiva no ct do Fluminense / Foto divulgação
- O que nós queremos é chegar no Maracanã e se possível o público ser de pelo menos 30 mil pessoas. Seria muito legal. É um pedido pequeno. Houve muita mudança, o torcedor sabe que vai para o jogo com um time com alma, vibrante. O jogo começa com uma situação adversa, será fundamental ver o Maracanã como nós vimos contra o Liverpool. Lógico que vamos tentar ter uma atuação igual, mas isso não posso prometer. O que posso prometer é alma, entrega, vibração, atitude. Isso não vai faltar. O Fluminense vai entrar vibrando em todas as jogadas. Estou confiante, nossa equipe tem uma entrega, um espírito de sacrifício muito grande. Por isso, para nós, sair do ônibus e ver uma multidão, como contra o Liverpool, será importante. Vamos tentar fazer nosso jogo, marcar bem, marcar alto, pressionar sempre o homem da bola e buscar sempre a vitória. Por isso queremos o torcedor do nosso lado. O torcedor sabe que vai ver uma equipe vibrante - declarou Abel.
Abel não confirmou a equipe para a partida, nem o substituto de Henrique Dourado, que, com estiramento grau 1 na coxa direita, será desfalque para a partida. Mas deu pistas de que Richarlison, que ficou de fora do jogo de ida, deve estar de volta ao time.
- O Richarlison é um jogador decisivo, é um jogador que arrasta o zagueiro, dribla, chuta. Ele treinou hoje, mas em separado. Amanhã é um treino mais parecido com o jogo. Vamos ver como ele vai se comportar. Hoje ele fez parte técnica, física, disse que quer jogar, está preparado. É um jogador fundamental. Com ele tenho uma presença maior na área. Vamos pensar como vai ser, ele pode jogar aberto ou enfiado. É fundamental para nós que ele esteja pronto. Ele quer jogo, vamos avaliar se ele poderá jogar - disse.
Além do artilheiro do Flu no ano, outro desfalque certo é Diego Cavalieri, expulso no Serra Dourada. Nada que preocupe o técnico tricolor.
- A ausência do Cavalieri não tira meu sono. Não tem o que avaliar. Ganhamos até título com o Julio Cesar. Não tenho reserva. Tenho dois titulares. É a mesma coisa com o Wendel no meio campo. Nosso meio campo tem Orejuela, Douglas e Sornoza, mas quem tem jogado é o Wendel. São quatro titulares. Quem estiver bem vai jogar. Teve momentos que o Renato foi bem na direita, quando o Lucas não pode jogar. Isso tudo é bom. Nogueira vinha bem, teve uma falha mas depois jogou, fez gol, se recuperou.
- Estou tranquilo. O Goiás teve a expulsão do Carlos Eduardo, tem outra suspensão por amarelos. O que a gente vai ver em campo é o Fluminense vibrando por cada bola, o torcedor brigando com a gente. Queremos ter o estádio cheio. A torcida foi em grande número para Goiânia. Queremos uma boa arbitragem também. Estou falando antes logo. Juiz tem que coibir excesso de faltas, enfim. Independente de quem jogar, a equipe vai estar preparada - finalizou.
Confira outros trechos da coletiva do técnico Abel Braga:

Arbitragem
- Jogo passado foi muito injusto, porque mesmo com tanto tempo com 10 jogadores, foi uma equipe que recebeu um critério diferente da arbitragem nos cartões. Nós poucos conseguimos chegar ao ataque porque o time deles sempre parava a jogada. O árbitro infelizmente foi conivente. O Aylon já falou o que precisava dele. Eu não quero falar mais.

Semifinal do Carioca
- Jogo vai ser sábado, vamos ver o que a gente tem de melhor e colocar para jogar. O Vasco cresceu, melhorou. Vi só o segundo tempo. No primeiro, vi o da Ponte Preta, estava melhor. Na hora é melhor não ver para não embaralhar. Assistimos o Goiás. Sabemos que a equipe está preparada.

Projeto Flu-Samorin
- Sempre ressaltei minha alegria e felicidade de estar aqui. Hoje eu estou muito mais feliz do que estava na terça-feira, na quarta-feira. Na quinta-feira me foi apresentado o projeto do Flu na Europa, o Samorin. É sensacional. É perto de Viena, Bratislava. O Fluminense esse ano não brigou, ano passado subiu de divisão. É fantástico.
- O projeto é tão fantástico que no ano que vem podemos ver o Fluminense jogando a Liga Europa contra um Ajax, uma equipe que saia da Liga dos Campeões na fase de grupos. O projeto começou para fazer um ser humano melhor para ser um jogador melhor. O Nogueira, o Marquinhos Calazans, o Luiz Fernando, eles falam inglês fluentemente.

Retorno de Robert
- Não sei. A semana é decisiva, não adianta eu me preocupar com isso agora. O William também se apresentou hoje. Temos várias competições. Estamos com um número bom de jogadores. Provavelmente quinta vamos ter um jogo-treino curto, é uma maneira de avaliar mais jogadores. Primeiro eu penso no Goiás, depois eu penso nessas coisas.

Volta de Gustavo Scarpa
- Ele não foi ao campo ainda. Quem sabe melhor isso é o médico. Não sei te falar. É muito difícil. Queremos fazer uma pequena pré temporada que ainda não foi possível. Ele não vai voltar igual, muito tempo parado, precisa de preparação. Não posso dar um tempo certo.

Por: Jonas Soares / Fonte: Globoesporte.com

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial