segunda-feira, 22 de maio de 2017

Abel diz que árbitro tentou evitar vitória e celebra 250 jogos pelo Flu: "Fantástico"

Ganhar do Atlético-MG no Independência não é fácil. Na partida de número 250 pelo Fluminense, então, vira fantástico. Foi assim que Abel Braga definiu o 2 a 1 deste domingo, em Belo Horizonte, pela segunda rodada do Brasileirão. O treinador, além de elogiar a atuação do time, reclamou da arbitragem de Jean Pierre Lima.


- Não é porque o Atlético-MG é o melhor que vai ganhar sempre. Tivemos muita luta, disposição e cultura tática. Foi uma vitória que emociona, de verdade. Foi com um jogador a menos. Me desculpa o presidente Pedro Abad, o vice Fernando Veiga e o diretor Marcelo Teixeira, mas eu neste momento represento talvez 20 milhões de torcedores. Só quero respeito com esta instituição. Quero agradecer ao torcedor que veio hoje. A minha carreira é muito longa, mas ainda tenho lenha para queimar. Hoje foi tentado cercear o meu direito de vitória. Eu jamais falo de arbitragem, especialmente em derrota, e não vou falar agora. Mas o que eu assisti hoje... as inversões de falta foram lamentáveis. Com certeza, os comentaristas vão passar um programa inteiro. Eu sei que na frente talvez venha querer me tirar coisa. Antes do jogo, falei aos jogadores que não era árbitro para esta pressão. Não falo de idoneidade. Mas tentaram nos tirar a vitória. Este jogo, o de número 250 meu pelo clube, é um momento único, fantástico. Foi ainda contra um time que não tinha perdido aqui neste ano. - Disse Aebel.

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial