sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Fluminense admite que contenção de despesas deverá continuar em 2018


Contratações de baixo custo, sufoco no Campeonato Brasileiro, derrotas em clássicos, o ano de 2017 do Fluminense foi sofrido. Um ano que ficará na memória de todos os torcedores do Fluminense. O ano de 2018 não será diferente, será um ano sem contratações de peso, um ano sem expectativa de conquistar talvez um título de expressão.

O Elenco foi reduzido e, com isso, as despesas caíram. A economia do Fluminense Football Club foi de aproximadamente R$ 2 milhões por mês. A folha salarial, hoje gira em torno de aproximadamente R$ 6 milhões de reais.

– Um ano de economia, mas sem aumentar a receita, não é suficiente. É preciso que despesa e receita caibam uma dentro da outra. Nossa matemática todo dia é fazer tudo caber dentro do orçamento – explicou Marcus Vinícius Freire, diretor geral do Fluminense.

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial