sexta-feira, 23 de março de 2018

Gum celebra 1º gol contra Fla e lembra quando foi dispensado do Inter por Abel


Desde que chegou ao Fluminense, em 2009, o zagueiro viveu tanto glórias quanto momentos difíceis. Conquistou dois títulos brasileiros, um Carioca, uma Primeira Liga e também participou de lutas contra rebaixamento e eliminações.

É o jogador do atual elenco com mais jogos pelo Fluminense. São 374 partidas e, no próximo domingo, na decisão contra o Botafogo pela Taça Rio, se tornará o 14º da história a mais vestir a camisa do clube. Faltava um detalhe: um gol contra o arquirrival Flamengo. E veio nesta quinta-feira no empate em 1 a 1 que deu ao Tricolor a classificação para a final da Taça Rio.

A entrega e a dedicação do zagueiro Gum foram motivos de elogios por Abel Braga na entrevista pós-jogo e relembrou quando dispensou o zagueiro do Inter, em 2006.

- Eu dispensei o Gum em 2006. Ele fazia experiência lá no Inter. Depois eu o encontrei em 2011, nos classificamos para a Libertadores. Fomos campeões brasileiros em 2012. E depois as coisas não correram muito bem e a torcida não queria mais saber de Gum. Ele conseguiu ultrapassar os momentos difíceis. É mérito dele. Era “Gum não” e virou “Gum Guerreiro” novamente - disse.

Na coletiva desta sexta-feira, o zagueiro foi abordado sobre o assunto.

- Era muito jovem, tinha uns 20 anos. Tive a oportunidade de ir para o Internacional, emprestado pelo Marília. Cheguei em clube que tinha acabado de ser campeão da Libertadores ia disputar o Mundial. Foi uma experiência muito boa profissionalmente. O Inter tinha a melhor defesa daquele Brasileiro, estava bem servido de zagueiros. Acabei não tendo continuidade. Abel optou por eu não ficar lá.


0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial